Castelo de Hohenschwangau e Castelo de Neuschwanstein, “o Castelo do Rei do Conto de Fadas”

Castelo de Hohenschwangau e Castelo de Neuschwanstein, “o Castelo do Rei do Conto de Fadas”

Ao chegarmos no charmoso vilarejo alemão chamado Hohenschwangau, o meu olhar foi atraído para dois castelos lindos e majestosos se destacando no alto das colinas arborizadas: o Castelo de Neuschwanstein e o Castelo de Hohenschwangau. A sensação é, realmente, de estar em um conto de fadas!

Castelo de Neuschwanstein-Alemanha
Castelo de Neuschwanstein – Alemanha
Castelo de Hohenschwangau-Alemanha
Castelo de Hohenschwangau – Alemanha

 

A vila de Schwangau

A vila de Schwangau fica próxima a Füssen, na Baviera, a 128Km de Munique, Alemanha. É repleto de belezas naturais e os detalhes das construções dão um charme ao local. Possui boa estrutura para receber os turistas, principalmente para conduzi-los aos castelos que chamam a sua atenção pela riqueza de detalhes, harmonia e imponência.

Ao entrar nos castelos verá a magnitude de cada um, suas obras, afrescos, objetos e mobiliários muito bem conservados.

Castelo de Hohenschwangau-Alemanha
A vila de Schwangau, na Alemanha, com o Castelo de Hohenschwangau se destacando no alto do morro.

Castelo de Hohenschwangau

O Castelo de Hohenschwangau é uma fortaleza, em estilo neogótico, com paredes amarelas contrastando com os verdes das árvores da mata ao seu redor.

O seu interior possui muitas salas e ambientes com cenas lendárias pintadas nas paredes, diversos mobiliários e objetos da época. Ele começou a ser construído em 1833 e terminado em 1837 pelo príncipe Maximiliano que se encantou com a beleza do lugar e, nesse local, existia uma fortaleza em ruínas.

O Príncipe se tornou Rei da Baviera em 1848 e passou a se chamar Rei Maximiliano II da Baviera.

Desde a construção até a sua morte, em 1864, o Rei e sua família fizeram uso desse castelo que se tornou a residência oficial de veraneio e caça da família real.

Castelo de Hohenschwangau-Alemanha
Castelo de Hohenschwangau – Alemanha

 

Castelo de Hohenschwangau-Alemanha
Castelo de Hohenschwangau-Alemanha

 

Pátio do Castelo de Hohenschwangau-Alemanha
Pátio do Castelo de Hohenschwangau-Alemanha

 

Castelo de Neuschwanstein

Com a morte do Rei Maximiliano II, o seu filho Luis ascendeu ao trono se tornando Rei Luis II da Baviera e, em 1869, ordenou a construção do Castelo de Neuschwanstein.

No local haviam ruínas de um antigo castelo cujo símbolo heráldico era um cisne que foi mantido a pedido do Rei. O desenho do Castelo de Neuschwanstein foi feito por um projetista de cenários teatrais, Christian Jank, em estilo Neorromânico.

A vontade do Rei Luis II era a recriação de um castelo ao estilo dos antigos castelos dos cavaleiros alemães. Queria um castelo impactante, glamouroso e que encantasse a todos. E ele conseguiu!

Foram utilizadas pedras calcárias de cor clara que se destacam no alto da colina. As suas enormes torres pontiagudas e seus ornamentos dão à ele um aspecto romântico e imponente.

O interior é rico em ornamentos, pinturas e mobiliários. Cada ambiente é uma agradável surpresa! Da reconstrução até a morte do Rei Luis II, em 1886, o castelo foi chamado de “Novo Castelo Hohenschwangau“. Depois da sua morte, “Castelo de Neuschwanstein“, o Castelo do Cavaleiro Cisne.

Castelo de Neuschwanstein-Alemanha
Castelo de Neuschwanstein – Alemanha

 

Castelo de Neuschwanstein-Alemanha
Entrada do Castelo de Neuschwanstein-Alemanha

 

Castelo de Neuschwanstein-Alemanha
Castelo de Neuschwanstein – Alemanha

 

Castelo de Neuschwanstein-Alemanha
Castelo de Neuschwanstein – Alemanha

 

A vista da varanda do Castelo de Neuschwanstein-Alemanha.
A vista da varanda do Castelo de Neuschwanstein-Alemanha.

 

O Castelo de Neuschwanstein é tão lindo, majestoso e encantador que Walt Disney se inspirou nele para criar o Castelo da Cinderela, que hoje é símbolo dos estúdios Disney.

Ele é um dos edifícios mais fotografados e mais visitados da Alemanha. Cerca de 1,4 milhões de pessoas ao ano visitam esse castelo. Hoje é propriedade do Estado da Baviera e é carinhosamente chamado de “o Castelo do Rei do Conto de Fadas“.

Da varanda do Castelo de Neuschwanstein você irá avistar uma ponte chamada Marienbrücke, que liga dois desfiladeiros e está a 92m de altura, sobre uma cascata. Foi construída antes do Castelo de Neuschwanstein a mando do rei Maximiliano II para que sua esposa pudesse apreciar a beleza do lugar.

A ponte original era de madeira, construída em 1845. A de ferro, que hoje podemos usufruir, foi construída em 1866. É um passeio imperdível!

Vista da Ponte-Castelo de Neuschwanstein-Alemanha
Ponte Marinebrücke vista da varanda do Castelo de Neuschwanstein-Alemanha

 

Vista da ponte-Castelo de Neuschwanstein-Alemanha
Ponte Marinebrücke vista da varanda do Castelo de Neuschwanstein-Alemanha

 

Ao chegar no pátio dos castelos ficará estarrecido/a com a vista das montanhas, os lagos com suas águas azuis cercados pelos Alpes, a vista que se tem do vilarejo e do imenso vale verde ao seu redor. Então compreenderá por que os Reis escolheram esse lugar!

Vista do vale-Castelo de Neuschwanstein-Alemanha
Do pátio do Castelo de Neuschwanstein você tem essa vista.

 

Vista do vale-Castelo de Neuschwanstein-Alemanha
Do pátio do Castelo de Neuschwanstein você tem essa vista.

 

Vista do vale-Castelo de Neuschwanstein-Alemanha
Do pátio do Castelo de Neuschwanstein você tem essa vista.

 

Vila de Schwangau-Alemanha
Uma das vistas que se tem do pátio do Castelo de Hohenschwangau: a Vila de Schwangau.

 

Informações importantes:

O clima local colabora para criar uma atmosfera de encantamento. Em Hohenschwangau é sempre frio, mesmo no verão. Quando a neblina aparece e você vê o Castelo por sobre as nuvens, como se estivesse flutuando, você pensa: aquelas imagens que vejo e que imagino serem criadas ou desenhadas, elas existem!

A subida aos castelos poderá ser feita de ônibus, de charrete ou à pé. A subida à pé para o Hohenschwangau leva em torno de 20 minutos. É tranquila, aprazível e no meio da mata. Você vai observando a natureza e, quando menos espera, chega ao castelo! Já a subida para o Neuschwanstein é bem íngreme, só vá à pé se estiver preparado/a. Nessa subida nós fomos de ônibus e descemos de charrete (sugiro esse passeio, é muito original, parece que você volta no tempo!).

As visitas aos castelos são guiadas e com hora marcada. Os bilhetes são comprados na vila, no Ticket Center. Se for comprar pela internet, compre aqui e resgate o ingresso, também, no Ticket Center. As visitas guiadas são rápidas mas você poderá permanecer para apreciar o castelo, seus jardins e as paisagens magníficas.

Você irá precisar de um dia inteiro para visitar os dois castelos, dar um passeio rápido pelo vilarejo, ir nas lojas de souvenirs (tenho certeza de que você não irá se conter!) e também nos cafés. Dormir uma noite nessa vila é a melhor opção.

 

Curiosidades sobre o Rei Luis II e sua morte

Luis II da Baviera tinha 18 anos quando ascendeu ao trono, em 1864. Ele era uma pessoa tímida e sonhadora mas, ao mesmo tempo, irreverente e excêntrico. Tinha gostos refinados e era amante das artes, da literatura, da música e da arquitetura. No seu reinado construiu muitos palácios, teatros e foi o patrono do compositor Richard Wagner, cujas obras compostas serviram de inspiração para a construção do Castelo de Neuschwanstein.

Ele detestava as formalidades do reinado e gastou muito dinheiro na construção de castelos e demais projetos arquitetônicos na Baviera. Mesmo sendo admirado pelo povo, os seus atos e atitudes deixaram insatisfeitos os seus ministros que juntaram várias declarações, sem provas, acusando-o de incapaz. Foi feito um relatório médico dizendo que ele era insano e assinado pelo psiquiatra, Dr. von Gudden, sem examinar o Rei Luis II, se baseando apenas em declarações!

No dia 12 de julho de 1886, uma comitiva chegou ao Castelo de Neuschwanstein e levaram o Rei para ser internado sob os cuidados do Dr. von Gudden. Nessa data, o Castelo de Neuschwanstein ainda não estava totalmente concluído, apesar de já ser utilizado por Luis II desde 1884.

No dia seguinte, 13 de julho de 1886, o Rei pediu para passear em volta do lago Starnberger e o Dr. von Gudden o acompanhou. Horas depois encontraram os corpos dos dois boiando no lago.

Causa da morte de ambos: afogamento.

Detalhe sobre a morte do Rei Luis II: na autópsia, não foram encontrados líquidos nos pulmões do Rei. Ele era exímio nadador e, no local do acidente, a água estava na altura da cintura. Existiram várias outras versões sobre sua morte mas nenhuma delas foi comprovada, permanecendo o registro oficial de morte por afogamento.

Hoje, todas as obras grandiosas do Rei Luis II e sua família geram rendas para a Alemanha e esses dois castelos, em particular, levam inúmeros turistas a um vilarejo antes desconhecido.

Se você está se preparando para viajar para o exterior, que tal dar uma olhadinha aqui:

Gostou? Compartilhe com seus amigos!

Eu adoraria ver o seu comentário no campo aqui embaixo 👇🏼

Aproveite para seguir o blog! É só digitar o seu e-mail no campo “Siga o Caixa de Viagens” e, depois, confirme a sua inscrição no e-mail que irá receber. É de graça e você ficará por dentro de todas as novidades do blog!

 

Deixe um comentário

10 Comentários em "Castelo de Hohenschwangau e Castelo de Neuschwanstein, “o Castelo do Rei do Conto de Fadas”"

avatar
Sort by:   newest | oldest
Deivson
Visitante

Gente! Que lindo! Adorei conhecer os castelos por aqui. Amei a vista da varanda do Castelo de Neuschwanstein, muito conto de fadas!

giovanagduarte
Visitante

Lendo seu post me senti lá também. Excelente!!!

Maria Thereza Bellotti Portes
Visitante

Senti explorando todos estes lugares, junto c vcs!!

José Manoel
Visitante

Excelente seu blog. Grande abraço Lívia.

Veronica Mello
Visitante

Vou viajar através de seus relatos e fotos. Excelente!!!

Siga o Caixa de Viagens

Digite seu e-mail para receber novidades e publicações gratuitamente

Siga o blog