Descubra diversas maneiras de pedir café expresso na Itália, escolha a sua!

Descubra diversas maneiras de pedir café expresso na Itália, escolha a sua!

Na Itália, o café expresso é uma paixão nacional e um bom café se bebe no bar (que não é boteco). Lá existem inúmeros tipos de preparação e você, que gosta de café, vai se fartar! Ao entrar em um bar, repare como os italianos pedem o café…provavelmente cada pessoa fará um pedido diferente! No painel do bar constará uma lista enorme dos cafés ali servidos e, com certeza, você irá tentar decifrar cada um deles. Mas, se não tem idéia de como é preparado, acabará pedindo o que costuma beber por aqui: “caffè, per favore” (é assim que se pede um expresso na Itália). Foi pensando nisso que estou resumindo as diversas maneiras de pedir café expresso na Itália para que você não perca essa oportunidade!

O italiano bebe café expresso várias vezes ao dia, aliás, ele começa o dia indo ao bar para beber um “caffè” ou “cappuccino” acompanhado de um “brioche” (na região sul é chamado de “cornetto”). Isso é um ritual para a grande maioria ao sair de casa para o trabalho. Além do prazer em beber um café do jeitinho que gosta, é um momento de descontração. Aliás, para o italiano, qualquer coisa é motivo para ir ao bar beber um café!

Os bares mais frequentados para se beber um bom café são aqueles que misturam alguns tipos de grãos e os torram criando, assim, novos sabores e aromas, totalmente particular. Além disso, a máquina de preparar café expresso é sempre muito bem regulada e o barista é treinado para extrair o melhor dessa bebida.

É a partir do café expresso que se cria as inúmeras formas de preparação de café na Itália. Veja abaixo a lista dos mais pedidos e sua forma de preparo  para facilitar a sua escolha:

  • Caffè Ristretto – é um café denso, cremoso, muito aromático e servido somente no fundinho da xícara, menos de 1 dedo de cafè. O barista deixa fluir pouca água da máquina para extrair do pó somente o tanino (o que dá cor e aroma) e, ao contrário do que muitos acreditam, esse café possui menos concentração de cafeína do que os outros;
  • Caffè Doppio – são duas medidas de café expresso em uma única xícara;
  • Caffè Lungo – é o café mais fraco, mais “aguado”. É um café com menos aroma e mais concentração de cafeína;
  • Americano – é o caffè lungo servido em xícara grande com água quente à parte;
  • Caffè Macchiato Caldo – é café expresso normal com um pouco de leite quente jogado no centro da xícara (mais café do que leite);                                  *macchiato = manchado. Todo café macchiato significa que leva leite.
  • Caffè Macchiato Freddo – a preparação é igual ao Macchiato Caldo porém, com leite frio (leite integral);
  • Caffè Macchiato Freddo con Latte Scremato – é café Macchiato (como especificado acima) com leite desnatado;
  • Caffè Schiumato – um pouco de espuma de leite feita no vapor da máquina e colocada por cima do café expresso;
  • Marocchino – é um café schiumato com cacau em pó por cima;
  • Cappuccino – é uma das bebidas mais famosas na Itália e é servido em xícara grande. É bem diferente do “cappuccino” que estamos acostumados a beber. Na Itália é: aquecer leite integral no vaporizador da máquina e colocá-lo por cima do café expresso que já estará na xícara (não se ferve o leite para não perder as proteínas. Ele fica cremoso e com uma consistência muito delicada);
  • Mocaccino – chocolate em pó dissolvido no café e, depois, acrescenta-se o leite vaporizado. Esse lembra o nosso cappuccino.
  • Caffè Latte – café expresso com leite aquecido no vapor da máquina e servido em um copo de vidro grande. O caffè latte leva mais leite do que o cappuccino;
  • Caffè Correto – é café expresso com um pouco de bebida forte como cognac, sambuca, etc;
  • Decaffeinato – o próprio nome diz, sem cafeína;
  • Caffè Affogato – em uma taça, coloca-se uma bola de sorvete e joga o café expresso quente por cima;
  • Caffè al ginseng – parece o caffè latte porém é muito energético e salutar. Geralmente é feito com sachê de café instantâneo a base de leite de origem vegetal, açúcar e pó de raiz de ginseng (produto da Ásia), bastando acrescentar água quente ou fria. Cresce cada vez mais o número de adeptos dessa bebida e esse sachê é encontrado no mercado;
  • Caffè alla nocciola (avelã) – num copo de vidro, coloca-se o creme de avelã no fundo, acrescenta-se o café expresso e finaliza com o chantilly. Por cima do creme, joga-se grãos de avelã. Parece uma sobremesa.
  • Caffè d’Orzo in Tazza (piccola o grande) –  é agua e café Orzo solúvel. O café Orzo é um café solúvel muito consumido na Itália e pode ser comprado em supermercado;
  • Caffè freddo (frio) – café expresso batido com gelo e leite sem gordura. É muito cremoso, consistente e é encontrado, geralmente, no verão;
  • Caffé Shakerato – é frio e cremoso. Coloca-se o caffè doppio, o gelo e o açúcar em um recipiente de preparar shake. Sacudir até dissolver bem o gelo e depois coar;
  • Latte Macchiato é uma xícara de leite com um “pingo” de café;
  • Caffè al vetro – caso prefira tomar qualquer tipo de café na xícara de vidro ao invés da xícara de porcelana, é só pedir o café desejado + a palavra “al vetro”.

Mas fique atento, antes de se sentar pergunte se pagará pelo “coperto” (pagamento pelo uso da mesa que custa em torno de € 1,00 a € 5,00). Nos bares que cobram “coperto” funciona assim: se for beber café em pé, no balcão, pagará somente o que consumir.  Mas, se sentar…o seu cafezinho sairá caro!

E agora…que tal uma pausa para um cafezinho?

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar
wpDiscuz

Siga o Caixa de Viagens

Digite seu e-mail para receber novidades e publicações gratuitamente

Siga o blog