Park Güell em Barcelona, Espanha. Dicas, informações e curiosidades.

Park Güell em Barcelona, Espanha. Dicas, informações e curiosidades.

Você sabia que o Park Güell foi um fracasso de vendas quando iniciou suas obras e hoje é o monumento mais visitado em Barcelona, Espanha, e também classificado como Patrimônio Mundial? O Park Güell começou a ser construído em 1900 pelo arquiteto catalão Antoni Gaudí. Ele foi contratado pelo rico empresário, Eusebi Güell i Bacigalupi, proprietário do terreno e idealizador do empreendimento.

Antoni Gaudí foi um arquiteto que se destacou no Modernismo Catalão entre o final do séc. XIX e início do séc. XX e suas obras são de uma engenhosidade e criatividade incomparáveis! Sete delas foram classificadas como Patrimônio Mundial pela UNESCO e a maioria está em Barcelona. O Park Güell é uma delas! Veja abaixo dicas, informações e curiosidades sobre o Park Güell em Barcelona:

A história do Park Güell começou no final do séc. XIX quando o empresário catalão Eusebi Güell comprou o terreno numa área nominada “Muntanya Pelada”. Era um lote afastado da cidade, no alto de uma pequena montanha, distante do centro e da agitação, com completa privacidade e uma bela vista para a cidade de Barcelona e o mar. Nessa época Barcelona estava em plena expansão e, na visão do empresário, o local era perfeito para o seu empreendimento!

Ele queria algo único e diferenciado de tudo, principalmente na arquitetura. Exigiu também que toda a tecnologia de ponta existente fosse utilizada no condomínio. Para isso contratou Gaudí – de quem era amigo e mecenas – e as obras do Park Güell se iniciaram em 1900.

Como está, hoje, a vista de Barcelona a partir do Park Güell.
Como está, hoje, a vista de Barcelona a partir do Park Güell.

Para construir o Park Güell, Antoni Gaudí se inspirou em diversos estilos arquitetônicos e elementos da natureza para criar uma obra repleta de formas, curvas, simbolismos, colunas inclinadas, revestimentos decorativos diferenciados, além do uso de mosaicos em cerâmicas e vidros e utilização das pedras rústicas locais para construir as inúmeras colunas e muros ali existentes. Tudo isso fizeram do seu trabalho um conjunto de obras inigualáveis, surpreendentes, de características próprias e apreciadas por pessoas do mundo todo.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Para unir e harmonizar a natureza com o espaço urbano, foram respeitadas as plantas nativas e inseridas novas vegetações que não necessitavam de muita água e também foi criado um sistemas de captação e armazenamento de água.

Mesmo com tanta beleza, propostas arrojadas e modernas para a época, as vendas não se concretizaram. Em 1902, dois anos após o início da construção, apenas um lote havia sido vendido.

Pensando em alavancar as vendas, foi edificado uma casa-modelo: a “la Torre Rosa”. Em 1906 Antoni Gaudí adquiriu essa casa e passou a morar com seu pai e sua sobrinha, onde ele viveu por quase 20 anos.

A Casa-Museu Gaudi ao fundo. Park Güell, Barcelona, Espanha..
A Casa-Museu Gaudi ao fundo. Park Güell, Barcelona, Espanha.

Em 1907, o empresário Eusebi Güell reformou uma antiga casa já existente no lote, chamada Casa Larrard, e foi morar lá. O Park Güell, então, começou a ser uma atração na cidade. Desde 1931, na casa onde morou o empresário, funciona a Escola Publica Baldiri Reixac.

Quando o empresário Eusebio Güell percebeu que, mesmo com essas novidades as vendas continuavam um fracasso, ele liberou o público para passear no seu interior mediante um pagamento simbólico de entrada. Aproveitou também para promover eventos sociais e bailes no Park Güell até o ano de 1914 quando as obras foram paralisadas. Até esse ano, haviam sido construídas somente duas das 60 moradias previstas: a “la Torre Rosa” (hoje Casa-Museu Gaudi) e a “Casa Trias”.

A “Casa Trias” foi comprada pelo advogado Martí Trias i Domènech, amigo de Gaudí e Eusebio Güell, que se mudou para o Park no mesmo ano que Gaudí.

Em 1918 Eusebi Güell faleceu e seus herdeiros venderam o Park para o Município de Barcelona e, em 1926 foi inaugurado como Parque Municipal.

Com a morte de Gaudí, a sua casa foi vendida e em 1963 foi adquirida pela “Asociación de amigos de Gaudí” e a casa se transformou em  Casa-Museu Gaudi. Dentro dela estão documentos, objetos e móveis projetados pelo arquiteto catalão. Em 1992 ela passou a ser patrimônio da “Fundació Junta Constructora del Temple Expiatori de la Sagrada Família”. Para entrar na casa você terá que comprar os ingressos separadamente (abaixo estarei explicando).

Em 1969 o Park Güell foi classificado como Monumento Histórico e Artístico da Espanha e, em 1984, como Patrimônio da Humanidade pela UNESCO.

Em 2008 o Park Güell estava recebendo 4 milhões de pessoas por ano e, em 2013, chegou a 9 milhões! A partir de 2013 começou um plano para evitar a superlotação, manter a sustentabilidade do espaço e garantir a conservação do patrimônio arquitetônico. Hoje, apenas 400 pessoas entram a cada meia hora e, por isso, o seu ingresso é comprado com hora marcada. É aconselhável comprar o bilhete com antecedência, de preferência online.

 

Dicas e informações sobre o Park Güell

Na “La Casa del Guarda” (o pavilhão que está com proteção para reforma) funciona uma parte do MUHBA – Museu de História da cidade de Barcelona. Se você comprar o bilhete para a Zona Monumental do Park Güell, poderá entrar de graça nesse espaço. Aproveite a oportunidade para visitar a livraria especializada em Gaudí e Barcelona que está dentro  desse pavilhão, lá você poderá comprar muitos livros e souvenirs.

Entrada do Park Güell e a vista para a cidade de Barcelona, Espanha.
Entrada do Park Güell e a vista para a cidade de Barcelona, Espanha.

Endereço do Parque Güell

Barrio de Gràcia
08024 Barcelona, Espanha

Como chegar ao Parque Güell

  • De metrô: Estação Vallcarca ou Lesseps, linha 3 do metrô de Barcelona. Você terá que fazer uma caminhada de 15 minutos a pé até chegar no Parque.
  • De ônibus: essa é a forma mais rápida e tranquila. Os ônibus de Barcelona avisam o nome da próxima parada, é muito fácil de andar. Eu peguei o ônibus no Passeig de Gràcia (linha 24) e saltei na Carmel-Park Güell, em frente a uma das entradas do Parque.
  • De City Tour: pegar a rota “Oriente” (linha verde) e saltar no “Parque Güell”. Você deve andar em torno de 10 minutos à pé até chegar no Parque.

Horário de funcionamento do Parque Güell

O Park Güell abre todos os dias porém você deve observar esses horários:
De 30 de outubro a 26 de março (inverno): das 08:30h a 18:15h (última entrada às 17:30)
De 27 de março a 01 de maio (primavera): das 08:00h às 20:30h (última entrada às 19:30h)
De 02 de maio a 28 de agosto (primavera/verão-alta temporada): das 08:00h às 21:30h (última entrada às 20:30h)
De 29 de agosto a 29 de outubro (verão/outono-média temporada): das 08:00h às 20:30h (última entrada às 29:30h)

O horário pode ser alterado no dia 15 de agosto quando se comemora a “Asunción de la Virgen Maria” e o Bairro de Gràcia fica em festa.

Como comprar ingresso para o Parque Güell

Você pode comprar o ingresso na bilheteria do Park ou pela internet. É aconselhável comprar o ingresso antecipadamente para evitar fila e garantir a sua entrada.
A entrada do Parque é com hora marcada portanto, se programe para chegar com antecedência. Não é permitida a entrada fora da hora marcada.
Você pode comprar a visita guiada privada com guia falando em português. A reserva será confirmada mediante disponibilidade.
Procure fazer a visita pela manhã, bem cedo, principalmente no verão quando o calor é intenso e aumenta o número de visitantes.
Para comprar o ingresso você pode acessar a página oficial do Parque Güell: http://www.parkguell.cat

Preços atualizados em setembro/2016 para compras online:
Inteira: € 7
Menores de 06 anos: não pagam
De 07 a 12 anos: € 4,90

Onde comprar ingresso para a Casa-Museu Gaudí

Em 2013 o “Ayuntamiento de Barcelona” regularizou a “Zona Monumental do Park Güell” e a Casa-Museu Gaudi está fora dessa zona. Comprando o ingresso para o Park Güell não te dá o direito de entrar na Casa-Museu Gaudí. As entradas são independentes, você pode visitar o museu sem precisar de entrar no Parque. Você poderá comprar o ingresso de duas formas: somente para entrar na casa ou em conjunto com a igreja Sagrada Família. A compra pode ser feita na própria bilheteria da igreja Sagrada Família ou neste site: http://www.casamuseugaudi.org

Horário de funcionamento da Casa-Museu Gaudí

de outubro a março- das 10:00h às 18:00h
De abril a setembro – das 09:00h às 20:00h
25 e 26 de dezembro e 01 e 06 de janeiro- das 10:00h às 14:00h.
A casa não está adaptada para pessoas com mobilidade reduzida.

Aproveite e veja também:

Dicas e informações sobre Madri, Espanha.

Gostou? Compartilhe com seus amigos!
Curta a nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/caixadeviagens/
Já segue o nosso blog? É fácil! Escreva o seu e- mail no campo “Siga o Caixa de Viagens”. Depois você irá receber um e-mail de confirmação, basta clicar aceitando e pronto! Você irá receber gratuitamente todas as informações do blog!
Será um prazer ter a sua companhia!

Eu adoraria saber a sua opinião nos comentários aqui embaixo 👇🏻!

Deixe um comentário

22 Comentários em "Park Güell em Barcelona, Espanha. Dicas, informações e curiosidades."

avatar
Sort by:   newest | oldest
Verônica
Visitante

Tinha uma certa resistência a Espanha, depois de ler a matéria virei fã do País e claro Gaudí é excepcional. ❤

Matheus Crespo da Silva
Visitante

Caramba que lugar incrível, não fazia ideia da existência, queria ter estudado na escola que foi feita em uma das casas =)
Ótimas dicas, Ótimo post, Parabéns!!!

Flávia Donohoe (@quartodeviagem)
Visitante

um dos meus lugares preferidos em barcelona! é muita história, arte e beleza em um lugar só, com certeza é passeio obrigatório! lindas fotos!

Karilayn Areias
Visitante

Impressionada com as belíssimas construções e suas histórias! Muito bom o post. Super completo, parabéns!

angiesantanna
Visitante

taí um lugar que acho muito louco e lindo e indispensável conhecer em Barcelona!! agora deve ter bem mais de 9 milhões de visitantes por ano né? li uma notícia que 2016 foi recorde de turistas na Espanha

Edson Jr
Visitante

Muito bonito esse parque! Nós ainda não conhecemos a Espanha, precisamos planejar uma viagem pelo país, mas acontece que vamos adiando adiando adiando… Seu post foi muito bom para aumentar nossa vontade de ir!

Gisele Prosdocimi
Visitante

Barcelona está na minha lista faz tempo e o Parque Güell é uma das atrações que quero muito conhecer. Parabéns pelo post, completíssimo.

Daniela Xavier
Visitante

Esse lugar é lindo! Impossível estar na Espanha e não conhecer, é rota obrigatória… Suas dicas são ótimas!!! Esse parque rende fotos belíssimas!

Débora Resende
Visitante

Bem diferente e lindo esse parque!! Quero muito conhecer Barcelona e já to anotando as dicas 🙂

naiaraback2013
Visitante

Adoro esse parque em Barcelona. Ele é tão lindo e tão grande que toda vez que vou sempre descubro algo que ainda não tinha visto 🙂

Andrea soneghet Sthel
Visitante

Belas imagens! Imagino como deve ser lindo esse parque. Parabéns!

Siga o Caixa de Viagens

Digite seu e-mail para receber novidades e publicações gratuitamente

Siga o blog