Museu Charlie Chaplin: o Chaplin’s World

Museu Charlie Chaplin: o Chaplin’s World

O Chaplin’s World compreende a casa onde Charlie Chaplin morou seus últimos 25 anos e o estúdio onde estão os cenários de vários filmes e também diversos documentos relativos às filmagens de Chaplin que, além de comediante, ator e diretor era escritor, roteirista, produtor, empresário, músico e compositor (compôs várias músicas para seus filmes).

Está localizado na cidade Corsier-sur-Vevey, mais conhecida como Vevey, no cantão de Vaud, Suíça. Foi inaugurado em 2016 no dia do aniversário de Chaplin: 16 de abril. É destinado a todas as pessoas, de qualquer idade.

Chaplin’s World é um lugar para você rir e se emocionar! A visita levará, no mínimo, 2h30 e você começará pelo estúdio.

O estúdio do Chaplin’s World

O estúdio te proporcionará uma imersão no mundo das filmagens e dos cenários de diversos filmes de Chaplin. Ele é interativo, você poderá tocar na maioria dos objetos e fotografar.

Entrada e Estúdio do Chaplin’s World em Vevey, Suíça.

Ao entrar você será conduzido para uma pequena sala de cinema onde irá passar um filme de poucos minutos mostrando algumas cenas dos seus filmes e, lógico, você já começará a se divertir.

Ao terminar a sessão, todos são convidados a entrar no mundo Chaplin. A tela do cinema se levanta e, por trás dela, aparece o primeiro cenário. Depois que todos entram no cenário, a tela do cinema que estará atrás de você se abaixará para começar a próxima sessão da nova turma a entrar.

Museu Charlie Chapli
Cinema do estúdio do Chaplin’s World e a entrada para os cenários.

Bem-vindo(a) ao mundo do cinema e dos filmes de Charlie Chaplin!

 

O estúdio tem 1.350 m2 e possui diversas salas com cenas de diversos filmes de Chaplin, documentos, objetos, câmeras e demais aparelhos usados para a filmagem na época.

Chaplin’s World
Estúdio do Chaplin’s World

As roupas e os acessórios usados por Carlitos no filme “O Vagabundo”, que acabou se transformando em seu personagem mais famoso, são o centro das atenções dos visitantes e estão protegidos por um vidro.

As roupas do personagem Carlitos do filme “O Vagabundo” no estúdio do Chaplin’s World.

Reprodução de roupas utilizadas em alguns filmes estão livres para você se posicionar por trás delas e tirar fotos divertidas.

Até as revistas da banca você poderá manuseá-las! Essas revistas não estão à venda, fazem parte do cenário.

Chaplin’s World
Estúdio do Chaplin’s World

Espalhados pelo estúdio, você verá diversos bonecos de cera de artistas famosos que se inspiraram em Chaplin, como exemplo: Roberto Benigni, Michael Jackson e Stan Laurel e Oliver Hardy que interpretaram o gordo e o magro.

Chaplin’s World
Estúdio do Chaplin’s World
Chaplin’s World
Estúdio do Chaplin’s World

Uma parte do estúdio está reservada para as películas, as filmadoras e diversos documentos e objetos utilizados nas suas filmagens.

Chaplin’s World
Estúdio do Chaplin’s World

A casa de Charlie Chaplin

A casa onde o artista morou com a família nos seus últimos 25 anos – chamada de Manoir de Ban – está mobiliada com vários móveis originais, ítens pessoais do artista e relatos da sua vida familiar.

Casa onde morou Charlie Chaplin em Vevey, Suíça.

Na entrada da casa tem um saguão e, como era início de janeiro, a árvore de natal ainda estava montada, linda!

Casa de Charlie Chaplin, o Manoir de Ban, em Vevey – Suíça.

Logo em frente você verá um corredor onde seguirá para as diversas dependências da casa. Nas paredes e portas desse corredor está escrita toda a trajetória de vida de Charlie Chaplin, com seus principais acontecimentos.

Casa de Charlie Chaplin, o Manoir de Ban, em Vevey – Suíça.

Espalhadas pela casa estão muitas fotos de momentos familiares na vida de Chaplin.

Na biblioteca os seus livros e sua escrivaninha estão do jeito que ele usava para escrever suas memórias e roteiros.

Da sala de estar tem-se uma linda vista para o jardim que Charlie Chaplin tanto gostava e preservava.

Sala da casa de Charlie Chaplin em Vevey e a vista para o seu jardim

A sala de jantar está com a mesa posta como quando moravam ali. Na tela de TV posicionada nesta sala fica passando cenas da sua vida em família e com amigos.

Sala de jantar da casa de Charlie Chaplin em Vevey, Suíça.

Espalhados pelo Manoir de Ban, estão alguns bonecos de cera de Chaplin, sua esposa e de pessoas que passaram pela vida do artista como Sophia Loren e Einstein.

Charlie Chaplin
Casa de Charlie Chaplin

Na foto abaixo, a mulher em pé e de costas é um boneco da Oona (esposa de Chaplin) e a pessoa de cabelos brancos, sentada à sua frente, é um boneco de Charlie Chaplin e eles estão posicionados como se estivessem assistindo a cenas do dia-a-dia da família na TV. Esses bonecos são os que mais impressionam, parece que os dois estão ali, presentes!

No quarto do casal está a cama onde Chaplin morreu e, nas paredes, fotos de diversos momentos da sua vida.

Casa de Charlie Chaplin
Quarto de Charlie Chaplin

Aproveite para passear e apreciar o lindo jardim da casa que tanto encantou o artista! Você poderá passear livremente por ele mas não poderá fazer pique-nique, ele é protegido e monitorado. Mesmo no inverno, cheio de neve, é encantador um passeio por ele! É muito lindo e traz uma paz muito grande!

Você deve estar pensando:
Por que Chaplin passou seus últimos anos em Vevey e não nos EUA?

Conheça um pouco da história de Charlie Chaplin e veja o que aconteceu:

Charles Spencer Chaplin, cuja carreira durou mais de 75 anos, nasceu no dia 16 de abril de 1889 em Londres, Inglaterra.

Em 1910 fez a sua primeira turnê teatral nos EUA e em 1912 retornou para uma segunda turnê onde resolveu ficar.

Em 1913 foi contratado pela Keystone Film Company e começou a atuar em filmes.

Foi nesse estúdio que surgiu Carlitos, seu principal personagem do filme “O Vagabundo” que ficou famoso e conhecido no mundo todo como o andarilho pobretão e cavalheiro que estava sempre se envolvendo em enrascadas.

Começou, então, o seu sucesso com a comédia pastelão no cinema mudo onde os gestos faziam entender todas as cenas.

Em 1915 foi para a Essanay Studios onde começou a desenvolver suas habilidades cinematográficas. Com a chegada de muitos imigrantes nos EUA o cinema mudo explodiu de sucesso pois todos entendiam as cenas.

Em 1917 Chaplin construiu seu próprio estúdio em Hollywood.

O seu primeiro filme falado foi “O Grande Ditador”, nesse período estava acontecendo a Segunda Guerra Mundial.

Seu posicionamento quanto à política sempre foi de esquerda e, com isso, foi acusado de ser um suposto comunista e sofreu pressão do FBI.

No final da década de 1940 ele lançou o filme “Monsieur Verdoux”. Esse filme foi considerado uma crítica ao capitalismo e Chaplin entrou para a lista negra de Hollywood.

Em 1952, aproveitando a ida de Chaplin a Londres para a estréia do filme “Luzes da Ribalta”, um comitê do governo dos Estados Unidos resolveu revogar o visto do ator, expulsando-o do país.

Nessa época Chaplin estava casado com sua quarta e última esposa, Oona O’Neill  e, por questões financeiras, Charlie Chaplin resolveu ir para a Suíça, mais precisamente em Lausanne, onde ficou morando em um hotel e foi quando conheceu a cidade de Vevey.

Encantados com o modo de viver local, as belezas do lugar e principalmente com a propriedade que depois passou a ser a sua casa, com mais de 14 hectares, com um belo pomar, um grandioso jardim para as crianças brincarem e com vista para os Alpes suíços, escolheram Corsier-sur-Vevey como sua nova cidade! Era o ano de 1953 e Oona estava grávida.

Em 1972 Charlie Chaplin retornou aos EUA para receber o Oscar Honorário da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas e a filmagem dessa entrega e as suas palavras cheias de emoção você poderá assistir em um dos telões espalhados pelo Manoir de Ban.

No começo de 1977 sua saúde começou a se declinar, precisou de usar cadeiras de rodas e, no dia 25 de dezembro do mesmo ano, nas primeiras horas da manhã, veio a falecer de derrame cerebral enquanto estava dormindo. Seu corpo está enterrado no cemitério de Vevey.

Amigos e familiares dizem que Chaplin tinha uma vida muito estressada mas, na Suíça, conseguiu ter mais tempo para a família e amigos e se tornou uma pessoa mais feliz. Chaplin se casou com Oona em 1943, ele estava com 54 anos e ela com 18 na época. Ficaram casados por 35 anos, até a sua morte. Tiveram 08 filhos sendo 4 nascidos na Suíça e dizem que se amavam muito.

Endereço do Chaplin’s World

Route de Fenil 2
CH-1804, Corsier-sur-Vevey Suíça

Se for de trem, chegando na estação, logo em frente você verá um ponto de ônibus. Pegue a linha 212 e salte na parada “Chaplin” que fica na entrada do museu. Você irá levar em torno de 15 minutos para chegar.

Se você for de carro, o museu possui estacionamento a pagamento.

Eu e meu marido estávamos em Lausanne e fizemos um bate-e-volta de trem para Vevey. A viagem durou em torno de 15 minutos.

Clique aqui para ver opções de hotéis em: Lausanne e Vevey

Clique aqui para ver os melhores preços de aluguel de carro:
Aluguel de carro na Suíça

 

Horário de funcionamento do Chaplin’s World

Todos os dias das 10h às 18h
A bilheteira fecha às 17h
O Museu fecha nos dias 25 de dezembro de 01 de janeiro

Preço dos bilhetes

Adultos maiores de 16 anos – 24 Francos Suíços
Jovens de 06 a 15 anos – 18 Francos Suíços
Crianças menores de 06 anos – grátis
Bilhete de família (04 visitantes) – 70 Francos Suíços
Estudantes (com identificação adequada) – 22 Francos Suíços
Visitantes com necessidades especiais – adulto (22 Francos Suíços) e criança (16 Francos Suíços)

O museu é acessível para pessoas com mobilidade reduzida.

Estivemos neste museu em janeiro/2017. Os valores e horários podem ser modificados a qualquer hora, de acordo com a empresa.

Como comprar bilhete para o Chaplin’s World

Você pode comprar o seu ticket na bilheteria local ou aqui: www.chaplinsworld.com
A bilheteria aceita cartões de crédito, Franco Suíço e Euro mas, se você pagar em Euro e tiver troco, ele será dado em Franco Suíço.
O ticket é não-reembolsável.

No Chaplin’s World não aceita desconto com o Swiss Pass, apenas com os cartões:
Riviera Card
Passeport Loisirs
Lavaux Card

O Museu tem um aplicativo com informações para te auxiliar na visitação, é só baixar no seu celular o “Chaplin’s World by Grévin”. Ele está disponível em inglês, francês e alemão.

Junto à bilheteria tem uma loja de souvenirs com muitos objetos exclusivos, livros, cartazes, DVDs e outras tantas variedades voltadas para Charlie Chaplin e sua obra.

Restaurante The Tramp 

Se estiver com fome, ao lado do estúdio tem um café-restaurante que abre todos os dias das 09h30 às 18h30. A decoração temática, cheia de objetos de filmagens e cinema, é bem interessante e descontraída.

Você poderá tomar café da manhã, lanchar ou almoçar. No restaurante tem uma TV que fica passando partes dos filmes de Charlie Chaplin para você se divertir enquanto faz sua refeição.

 

Veja mais informações sobre a Suíça aqui:

Este post faz parte de uma blogagem coletiva onde vários blogueiros da RBBV - Rede Brasileira de Blogueiros de Viagens – se reuniram para colaborar com a semana Museum Week (#MuseumWeek) que acontecerá de 19 a 25 de junho/2017 no mundo todo tendo como finalidade divulgar diversos museus nas redes sociais.

Abaixo está a lista de todos os participantes com os seus respectivos links, é só clicar e se encantar com os museus no mundo afora:

1) Trilhas e Cantos
Museu Casa dos Contos, em Ouro Preto, Minas Gerais

2) Tá indo pra onde?
Museus e experiências além do básico em Barcelona

3) Mariana Viaja
National Gallery of Art, em Washington

4) Turistando.in
Visitando o Museu de História da Arte de Viena (Kunsthistorisches Museum)

5) Vamos Por Aí
Meus Museus Favoritos

6) Viajar correndo
Museu Light da Energia, Rio de Janeiro

7) Guia do Nômade Digital
Galeria 11/07/95: Galeria sobre o Genocídio na Bósnia e Herzegovina

8) Uma Viagem Diferente
Museus em Firenze

9) Quase Nômade
Museu Iberê Camargo, em Porto Alegre

10) Gastando Sola Mundo Afora
Museo de Arte Precolombino de Cuzco

11) Passeios na Toscana
As Torres de Florença abertas à visitação

12) Cantinho de Ná
Museu do Futebol em São Paulo: paixão, história e entretenimento

13) Destino Compartilhado
Museu Lasar Segall

14) Entre Polos
Museu Nacional do Hermitage – São Petersburgo – Rússia

15) Do RS para o Mundo
Centro Português de Fotografia – Porto/Portugal

16) Mulher Casada Viaja
Exploratorium – Museu de São Francisco, Califórnia

17) TurMundial
Museu do Picasso em Málaga e em Barcelona

18) Farrabadares
Memorial São Nikolai em Hamburgo

19) Itinerário de Viagem
MET Museum em Nova Iorque

20) Viajar hei
Museu Imperial – Petrópolis – Rio de Janeiro

21) Sol de Barcelona
Museu Olímpico e do Esporte – Barcelona

22) Família Viagem
Children’s Museum of Houston – Texas com crianças

23) Viaje na Web
American Museum of Natural History – Museu de História Natural de Nova York

24) Aquele Lugar
Museus do Vaticano – Roma – Itália

25) Viagem LadoB
Ilha dos Museus – Berlim

26) Viajento
Museo Santuarios Andinos – Arequipa, Peru

27) MEL a Mil pelo Mundo
Museo de Ciências Naturais de Madrid

28) Caixa de Viagens
Museu Charlie Chaplin: o Chaplin’s World em Vevey, Suíça

29) Let’s Fly Away
Museu Botero, Bogotá, Colômbia

30) Viajo com filhos
Nemo Science Museum, em Amsterdã, Holanda 

31) Sonhando em Viajar!
Catetinho, em Brasília, Brasil

32) Viajoteca
Batik na Indonésia: Museu Têxtil em Jakarta, Indonésia

33) Mochileza
Museu do Automóvel de Turim, Itália 

34) Comendo Chucrute e Salsicha
Museu de Arte Latino-Americana de Buenos Aires, Argentina 

35) 1001 Dicas de Viagem
Museu Histórico de Berna, Suíça

36) Estrangeira
8 Museus Imperdíveis em Barcelona, Espanha 

37) Devaneios de Biela
Museu Nacional da Finlândia em Helsinki 

38) ILoveTrip
7 Museus em Brasília que você precisa conhecer 

39) Me Deixa Ser Turista
Conheça o Museu da Revolução, em Havana 

40) A Fragata Surprise
Museus de Florença – Guia de Sobrevivência 

41) Direto de Paris
Os Museus de Troyes

42) A Vida é Como Um Livro
Galeria Nacional da Noruega 

43) Dedo no Mapa
Museu Paranaense 

44) Ligado em Viagem
Beco do Batman é museu de grafite e arte de rua em São Paulo

Gostou? Eu adoraria ver o seu comentário no campo aqui embaixo 👇🏼

Aproveite para seguir o blog! É só digitar o seu e-mail no campo “Siga o Caixa de Viagens” e, depois, confirme a sua inscrição no e-mail que irá receber.

É de graça e você ficará por dentro de todas as novidades do blog!

Deixe um comentário

60 Comentários em "Museu Charlie Chaplin: o Chaplin’s World"

avatar
Sort by:   newest | oldest
Cynara Vianna
Visitante

Dica anotadíssima, sou fã de Charles Chaplin, quando for à Suíça não posso deixar de conhecer esse museu.

JULIANE D AMORE
Visitante

Deve ser emocionante, principalmente para quem ama cinema, visitar um museu como este. Obrigada por dividir!

Carolina Belo
Visitante

Que museu legal. Os fãs de Chaplin realmente precisam conhecer.
Parabéns pelo post!
Abraços,
Carolina

talita
Visitante

Nossa, fiquei encantada com as fotos! Adoro museus interativos. E obrigada pela aula sobre a vida dele, eu não sabia do lance do visto revogado! 🙂

Lais - viagem lado b
Visitante

Nossa, que museu lindo!! Adoramos o Chaplin e não sabíamos desse museu!
Lindas fotos!! Dica anotada!

Nathalia Peixoto
Visitante

Que delícia esse museu. Nunca tinha ouvido falar!
Amo Chaplin, então ele já entrou para a listinha de desejos né!

Ludmila
Visitante

Lívia, que delícia de museu! Chaplin foi com certeza um dos maiores ícones do cinema. Fiquei morrendo de vontade de visitar a casa/ museu deste artista maravilhoso! Obrigada por compartilhar!

Mariana Bueno
Visitante

AMO Chaplin, amei saber desse museu, que vontade de me teletransportar pra lá agora! Quero conhecer!!!

Andrea Santos (@dedonomapa)
Visitante

Puxa, que fantástico!! Fiquei encantada com o museu, quero muito poder conhecer um dia! Parabéns pelo post!

Cristina Souza da Rosa
Visitante

Não sabia que existia um museu do Chaplin. Fiquei muito curiosa para conhecer. Adorei a mini-biografia dele no post. A filha dele é muito famosa aqui na Espanha, já fez vários filmes espanhóis. Muito bom post. Meu deu vontade de conhecer.

Mariana Dutra
Visitante

Amo Chaplin! Ia pirar nesse Museu sem dúvida nenhuma!

Fernanda Bragatto
Visitante

Gente, tem muito museu legal nesse mundo né?!! Quero ir em todos, como faz?!
Muito fofo esse museu e eu amei a história do Chaplin.. quando eu viajar pelas bandas da Suíça quero passar por ele!!

Leonardo Aquino - Mochileza
Visitante

Bom demais saber da existência desse museu! Tão rico e tão completo! E ainda deixa os visitantes livres para interagir com tudo… Tb adorei os relatos! Parabéns pelo post e pelo blog!

Tom Freitas
Visitante

Como eu não sabia da existência desse museu ainda? Fiquei louco pra ir, parabéns pelo post! Vou tentar visitar o museu no ano que vem e volto aqui pra contar como foi 🙂

Cyntia Campos
Visitante

Chaplin é muito legal ( já perdi a conta de quantas vezes vi “Tempos Modernos” e ainda morro de rir com cenas de “Vida de Cachorro” e “A Corrida do Ouro”, meus preferidos). Anotei as dicas. O post vai ser muito útil 🙂

Gabi Pizzato - Devaneios de Biela
Visitante

Oi, Lívia! Realmente impressionante este museu e a estrutura dele e do estúdio de Chaplin. A interatividade também é algo muito interessante. Parabéns pelo post inspirador! Adoraria visitar!

Christian Gutierrez
Visitante

Nossa não sabia que tem um museu só dedicado ao Chaplin que legal, adoro os filmes dele, agora fiquei com vontade de conhecer o museu

Fernanda Scafi
Visitante

Que legal! Adoro casas antigas mobiliadas como no passado! E amei a árvore de Natal tb rs.

Zudi Dadalt
Visitante

Uau! Não sabia da existência desse museu. Fantástico! Tampouco conhecia essa parte da história da vida dele. Obrigada por compartilhar. Adorei.

Lulu Freitas
Visitante

Que museu lindo! Adorei conhecer pelo seu post.

wpDiscuz

Siga o Caixa de Viagens

Digite seu e-mail para receber novidades e publicações gratuitamente

Siga o blog